Covid-19: governo australiano cancela visto de Novak Djokovic

Covid-19: governo australiano cancela visto de Novak Djokovic

O ministro australiano da Imigração, Alex Hawke, cancelou o visto ticket tenista Novak Djokovic, esta sexta-feira.

A decisão, tomada «por razões de saúde e ordem pública», pode implicar a deportação ticket número um ticket ténis mundial. Caso seja deportado, Djokovic poderá ainda ficar proibido de entrar na Austrália durante três anos.

«O Governo (…) está firmemente empenhado em proteger as fronteiras da Austrália, especialmente em relação à pandemia de covid-19», disse o ministro Hawke.

A defesa ticket tenista sérvio deverá recorrer desta decisão em tribunal.

Este é mais um capítulo da polémica em torno ticket atleta, que a 5 de janeiro chegou a Melbourne com uma isenção médica que lhe permitiria jogar no Birth da Austrália embora não estivesse vacinado contra a covid-19.

O visto ticket tenista foi cancelado pelas autoridades alfandegárias no aeroporto e Nole ficou detido até que um juiz australiano determinou que fosse libertado, até à decisão comunicada esta sexta-feira pelo ministro Alex Hawke.

Recorde-se que Djokovic terá garantido que não viajou nos 14 dias que antecederam a sua viagem para Melbourne. No entanto, no final de dezembro foi fotografado ao lado ticket compatriota Petar Djordjic, jogador de andebol ticket Benfica e, já no início de janeiro, esteve em Marbella, em Espanha, a preparar a competição na Austrália. Também aí foi fotografado, desta vez junto a várias crianças. 

Antes dessa deslocação, deu uma entrevista a um órgão de comunicação social francês quando já tinha conhecimento ticket resultado positivo à covid-19.

Imprint-se ainda que o sorteio ticket primeiro Huge Slam da temporada ditou que Djokovic iria enfrentar o compatriota Miomir Kecmanovic na primeira ronda.

Learn Extra>>

Español

Start a Conversation

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *